“muita saúva e pouca saúde os males do brasil são”

Mas quando estava para chegar, quase chegando, vejo, leio, pichado chapado em vermelho em um muro branco de uma instituição pública: “MUITA SAÚVA E POUCA SAÚDE OS MALES DO BRASIL SÃO”; mas que coisa é essa? Que coisa extraordinária é essa? Que frase é essa? Que aspas são essas? Que frase é essa que dá conta de meus pensamentos e sentimentos? Que frase é essa sem autor? Quem é esse autor? Quem é esse herói que pensa o que eu penso que diz o que eu penso que sente o que eu penso? Quem é? De quem é essa voz junta de outras vozes, inclusive a minha, que urra, que clama, reclama, berra ao mundo, grita em meus ouvidos me deixa tonto zonzo atordoado com seu barulho irritante e me faz refletir sobre coisas que eu sempre penso, sempre penso que quero esquecer, sempre esquecendo o que ia (devia) pensar. Que voz é essa que cega meus ouvidos e me força a ver coisas que não queria ouvir? Não quero nada. Talvez seja este o problema. Talvez seja este o meu problema Talvez eu esteja doente. Talvez eu esteja morrendo. Não sei se estou morrendo de dentro para fora ou de fora para dentro. Estou sendo corroído, perseguido, por algo que não sei. Algo que não sei sempre à minha sombra, ao meu alcance. Pouca saúde é o meu mal. Pouca saúde é o mal que eu escolhi. Meus heróis morreram de overdose. Outros viraram estrelas e hoje brilham como a ursa maior. Sinto que não é este meu destino. Sinto que vou morrer sozinho. Todos morremos sozinhos. Sinto que sempre estarei sozinho, sinto que sempre estive. Sinto que não sinto nada. Sinto que minto, que invento. Sinto que não tenho destino, propósito ou objetivo. Sinto que sou um corpo vazio, um copo vazio, sinto que não-sou. Simplesmente sinto que não quero me importar com nada. Se sou um herói, sou do tipo sem nenhum caráter. Me importar com nada; ai… que preguiça!…

3 Comentários

Arquivado em folhetins digitais

3 Respostas para ““muita saúva e pouca saúde os males do brasil são”

  1. ceceh

    o reconhecimento do brilho de cada estrela não define o seu real valor, o vencedor esta só.
    E se tem algo que podemos fugir mas nunca escaparemos é da morte, o decorrer dos dias apos nosso nascimento é a jornada a caminho da morte.
    E o que sera de nós depois? de que nossas descobertas irão valer após nossa partida?
    e das nossas certezas, quais delas são reais? tudo é de fato contraditorio?
    valeu meu caro pensante!

  2. ceceh

    quanto mais me conheço, mais me desconheço.
    é como se eu não possuisse uma face, meu rosto esta coberto de mascaras que a cada dia caem assustadoramente.
    minha personalidade protege minha ignorancia.

  3. Luis Almeida

    Autor dessa maravilhosa frase????….. R. Macunaíma.. o anti-herói brasileiro…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s