Minha primeira lembrança

.

.

uma brevíssima história de minha mãe

.

.

Nasceu. Rompeu. Chorou. Chorou. Chorou.

Engatinhou. Levantou. Tropeçou. Caiu. Levantou.

Balbuciou. Gemeu. Gritou. Esperneou.

Andou. Correu. Percorreu. Viveu.

Aprendeu. Cresceu. Sorriu. Cresceu. Aprendeu. Chorou.

Amou. Amou. Amou. Sorriu. Chorou.

Procriou. Pariu. Criou. Sorriu. Chorou.

Procriou. Pariu. Criou. Sorriu. Chorou.

Procriou. Pariu. Criou. Sorriu. Chorou.

Esperou… Esperou… Esperou…

Envelheceu. Amargurou. Adoeceu. Morreu.

Morreu. Assim, sem eira nem beira.

Assim, sem coesão.

.

.

.

.

.

E não sei se bem por ironia ou se por amor

Resolveu me chamar com o nome de nosso senhor.

.

Laia-laia.

1 comentário

Arquivado em folhetins digitais

Uma resposta para “Minha primeira lembrança

  1. A morte é a total incoerência da vida! O grito de socorro daqueles a quem Deus diz amar….

    Por aí?

    :********

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s